Gaivota-argêntea (Larus michahellis)


Nikon D300 + Nikon Nikkor 80-400mm Vr: 400mm, 1/800 seg., f/5.6, ISO 200
Estuário do Douro (Vila Nova de Gaia), Dezembro de 2010

4 comentários:

pbl 12 de janeiro de 2011 às 00:01  

E falava eu da nitidez da garça...
Fogo.
Esta fotografia é de revista.
Impressionante, sim senhor.

pbl 12 de janeiro de 2011 às 00:03  

Era abuso pedir para publicar um bocadinho maior o ficheiro anexo?...
Assim à laia de prenda de Reis?...
Gostava mesmo de a ver em grande.
É que é brutal.

José Loureiro 12 de janeiro de 2011 às 23:56  

… Não é abuso nenhum!
Só não satisfaço o seu pedido por dois motivos:
Primeiro, porque a edição da fotografia, no caso concreto a partir dum ficheiro “RAW”, foi feita exactamente para o tamanho em que está publicada (777 px). Sei que é um número um pouco estranho, mas leva-nos ao outro motivo…
Segundo, porque imagens grandes implicam maior tempo a “carregar” nos PC’s até serem visualizadas, ocupam mais espaço de alojamento no servidor (… neste momento começa a ser problemático “arranjar” espaços gratuitos de alojamento de imagens sem limitações) e estão mais sujeitas a serem copiadas para os mais diversos fins.
Um abraço

pbl 13 de janeiro de 2011 às 00:26  

Compreendo.
E respeito.
Mas esta imagem imagem merecia mais para brilhar verdadeiramente.
Outro abraço

Espécies

Copyright

Todas as fotografias apresentadas nestas páginas são da autoria e propriedade do autor. Caso haja interesse na sua utilização agradeço prévia solicitação para o efeito.

Acerca destas páginas...

As fotografias de aves constantes destas páginas, captadas no respectivo habitat de cada uma, são uma pequena amostra das mais de 400 espécies que ocorrem em Portugal quer seja com carácter permanente quer seja com carácter migrador.
Parte delas não são mais que meros registos representativos dalgumas dessas espécies que, ao longo do tempo, irão sendo substituídas.
Espécies fotografadas até ao momento: 75

Seguidores